público terá a oportunidade de conhecer peças que revelam o imaginário de nomes como Noemisa Batista dos Santos, Isabel Mendes da Cunha, Ulisses Pereira Chaves e Olinta Teixeira.

As obras estarão expostas em uma sala negra, sem qualquer tipo de interferência visual, mas com iluminação feérica –dando destaque somente às esculturas, como se fossem joias raras. "Esta é a forma como as vejo: preciosas representações da cultura popular", afirma Priscila.

Para o crítico de arte, Sérgio Reis, a coleção é um convite para perceber como os artistas populares conseguem moldar, com engenho e emoção, imagens que brotam do coração de Minas Gerais.


Serviço

Exposição Arte no Vale do Jequitinhonha no Centro de Arte Popular – Cemig (rua Gonçalves Dias, 1.608, Funcionários). Terças, quartas e sextas das 10 às 19 horas. Quintas das 12 às 21 horas. Sábados e domingos das 12 às 19 horas. Até 29/9.