Grupo de Desenvolvimento

Clique abaixo e conheça os outros sites do grupo

Multinacional Japonesa vem à Minas comprar nosso artesanato

Os eventos esportivos que vão acontecer no Brasil tem chamado atenção do mundo para o Brasil e para nossa cultura. E o artesanato de Minas Gerais é um dos representantes legítimos
dessa identidade e diversidade cultural. Na segunda-feira, dia 20 de maio, a partir de 14 horas, o Centro CAPE/Mãos de Minas, recebe mais uma missão comercial vinda diretamente do
Japão para conhecer e comprar os produtos produzidos por cerca de 25 artesãos. O Show Room foi montado com mostra dos produtos artesanais que foram pré-selecionados junto aos
artesãos e serão visitados pela comitiva.Esta ação irá representar, segundo a presidente do instituto, Tânia Machado, uma abertura do mercado japonês para o artesanato mineiro.

A rede de lojas MUJI GLOBAL STORE FOUND, mais conhecida como MUJI, é um grupo de lojas de departamento que vendem diversos produtos desde móveis, artigos de papelaria, roupas,
brinquedos até pequenos utensílios de cozinha. Muji é a abreviatura de Mujirushi Ryohin – que significa «artigos de qualidade sem marca. Trata-se de uma filosofia de retorno à simplicidade
no dia-a-dia. Em nenhum dos produtos se vê a marca Muji, nem mesmo nas etiquetas de descrição de preço e do produto.

Para atender a missão o setor de exportação do Centro CAPE/Mãos de Minas selecionou artesãos que produzem panos de prato, utensílios em pedra sabão, artigos de decoração em
cerâmica, entre outros.

As artesãs Alessandra Augusta, por exemplo, trabalha com artigos decorativos e utilitários em cerâmica. Já Vera Naves, confecciona bolsas, porta-vinho entre outros produtos com carpete
reciclado e fibras vegetais. Daniele Drummond vai mostrar seus bowls(cumbucas) e utilitários em cerâmica e Maria Aparecida Borges (Cidinha), vai oferecer panos de prato com crochê.


HISTÓRIA

 A lojas Muji nasceram há 30 anos em um supermercado em Tóquio, a “não-marca” mais conhecida do mundo já conquistou as principais capitais mundiais, como Madri, Paris, Barcelona,
Londres e Lisboa

Cotado na bolsa japonesa, o grupo Muji emprega cerca de 4.000 empregados, espalhados por 460 pontos de venda em todo o mundo, 320 dos quais no próprio Japão. Em 2009,
o faturamento da empresa atingiu 1,3 bilhões de euros.