Grupo de Desenvolvimento

Clique abaixo e conheça os outros sites do grupo

IQS e autoridades de Santa Cruz de Minas se reúnem para prestação de contas

Aconteceu ontem,(10), em Santa Cruz de Minas, reunião com a coordenadora do programa de Qualidade Sustentável – IQS, Ritha Jacomé e os representantes da cidade de Santa Cruz de Minas. Alem de Ritha, a Secretaria de Cultura, Betânia Resende, Ana Cristina da Associação dos Artesãos alem captadora da cidade Jusulaine e do Vice Prefeito da cidade de Santa Cruz de Minas, Aldo Batista também estiveram presentes.
 
O objetivo da reunião, consistiu na apresentação dos resultados de Implantação do Projeto de Fortalecimento da Industria Artesanal. Participaram do processo de certificação, 31 artesãos da cidade de Santa Cruz de Minas, após passarem pelas 3 etapas que consistem no processo, 9 artesãos foram agraciados com a certificação. 

Processo de Certificação

A CERTIFICAÇÃO acontece em três etapas: na primeira os artesãos selecionados são qualificados a aplicar a “Cadeia Produtiva”, que é a descrição, etapa por etapa, da produção artesanal e identificação, entre outros fatores, dos custos fixos (água, luz, telefone, aluguéis, etc.) e variáveis (matéria prima, mão-de-obra, tempo de coleta ou compra de matéria prima, etc.), possibilitando a apuração dos custos de produção e, consequentemente, a correta formação do preço de venda. Aprendem ainda a aplicar a ferramenta de “Gestão da Qualidade 5S”, visando a  mudança entre outras atitudes, a economia e um melhor aproveitamento do tempo. Estas ações geram ao final da etapa, um plano de que norteará o desenvolvimento das próximas etapas.

Na segunda etapa, os artesãos aprovados recebem consultorias específicas em marketing, design, comercialização, finanças, etc., de acordo com as necessidades levantadas na primeira etapa. Já na fase final, os artesãos que conseguiram implementar as mudanças passam por um processo de auditoria, onde devem comprovar o cumprimento das ações necessárias à adequação da produção e que não recorrem à exploração de trabalho infantil, não degradam o meio ambiente, além de outros fatores de ordem sustentável. Ao final do processo, ao comprovarem que possuem uma gestão eficiente, ambientalmente e socialmente corretos, recebem o selo de qualidade do IQS, que se configura como um importante diferencial de mercado. 

Mesmo tendo 9 artesãos certificados, a cidade ainda espera a conclusão de mais 7 que estão em fase fina de processo.

Além do benefício da Certificação para a 1ª fase , os artesãos também podem fazer parte do site Pouso e Prosa, que é o “roteiro do artesanato mineiro” na internet. A participação dos interessados no site é GRATUITA e possibilita o aumento de suas vendas, pois o turista que vai a cidade, ao pesquisar o destino além das informações locais, também tem a possibilidade de identificar os artesãos locais e efetuar a sua compra diretamente.